Polícia prende três suspeitos de envolvimento em ataques a banco e carro-forte no Interior.

Homens que explodiram agência na cidade de Piquet Carneiro foram encontrados com fuzis.

Polícia

                    A Polícia Civil do Ceará (PCCE) anunciou nesta quarta-fiera (16) que prendeu três pessoas envolvidas em ações criminosas no Interior do Estado neste mês de maio. Dois deles são suspeitos de envolvimento no ataque a banco ocorrido no município de Piquet Carneiro, no Sertão Central, enquanto o outro homem capturado é apontado como participante da explosão de um carro-forte em Santa Quitéria, na região Norte.

De acordo com a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), as prisões dos suspeitos aconteceram durante uma ação coordenada pela Delegacia de Roubos e Furtos (DRF), com apoio do Comando Tático Rural (Cotar) do Batalhão de Polícia de Choque (BPChoque). Os dois homens envolvidos no ataque a banco em Piquet Carneiro, identificados como Paulo José Santos Monteiro e Gleison Vasconcelos de Sousa, vulgo 'Cabelinho', foram encontrados com dois fuzis de grosso calibre, incluindo uma AK-47 e um 556. Eles foram presos no município de Solonópole, na BR-122.
Conforme a PCCE, Paulo José e Gleison, assim como outros integrantes da quadrilha, chegaram a trocar tiros com os policiais no momento que foram abordados. Na ocasião, os comparsas fugiram, mas os agentes conseguiram capturar a dupla. Com eles, foram apreendidos um Fiat Strada e um Palio.

Já o suspeito de envolvimento no ataque ao carro-forte foi identificado como Graciliano Farias Guedes, que foi preso com duas espingardas socadeiras. Segundo o delegado titular da DRF, Ricardo Romagnoli, toda a quadrilha envolvida no caso já foi identificada.

Os três presos são ligados à mesma facção criminosa, mas a PCCE ainda investiga se há ligação entre as duas quadrilhas.

Ataque a banco

O ataque a banco em Piquet Carneiro aconteceu na madrugada da última quinta-feira (10), quando uma quadrilha explodiu uma agência do Banco do Brasil na cidade. Segundo informações da Polícia, o ataque demorou aproximadamente 40 minutos. A cidade ficou sitiada por quase uma hora, tempo suficiente para os bandidos detonarem os caixas eletrônicos da unidade bancária situada no Centro da cidade e fugirem em seguida.

Na ocasião, populares acrescentaram que os bandidos promoveram um intenso tiroteio após bloquearem as vias de acesso ao local do ataque com carros e motocicletas.

Explosão do carro-forte

            Já o ataque ao carro-forte em Santa Quitéria ocorreu na última segunda-feira (7), quando uma quadrilha explodiu um veículo da empresa Corpvs, próximo a entrada da localidade de Malhada Grande, na altura do Km 168 da CE-176. De acordo com o Tenente Diogo, que coordenou a operação, cerca de dez assaltantes em dois veículos interceptaram dois carros-fortes no local, mas um conseguiu fugir. Este avisou ao efetivo da Polícia Rodoviária Estadual (PRE), a cerca de 25 km de distância do ocorrido, cuja ação foi acionar viaturas para ir ao local.

Enquanto o efetivo policial não chegava ao Km 168, o carro-forte foi explodido e o dinheiro (cuja quantia ainda não foi mensurada) levado pelos assaltantes. Na fuga, eles tentaram roubar profissionais em uma ambulância que passava pelo local.

Fonte: Diário do Nordeste.


  Os comentários postados aqui são de inteira responsabilidade de seus autores  

Publicidade

Oticas Quiroz
Exequiel Consertos
Drogaria Sao Luiz
Arte Odair
Fan Fitness
Otica JM
Som Records
ParafusoVale Turismo
Drogaria Santa Terezinha
Radiosnet

Facebook

Contador de visitas

00402920
Seu IP: 54.167.216.239
22/05/2018 06:59